Ativo x Passivo: Saber essa diferença enriquece

 

Meus leitores, escrevo nessa coluna assuntos sobre finanças pessoais e seus benefícios para uma relação saudável com seu dinheiro. O tema desse artigo é a alfabetização financeira que proponho iniciar-se nos primeiros anos de vida das nossas crianças com o objetivo de transmitir os conceitos básicos financeiros sobre poupança, investimento e consumo. Obedecendo a essa ordem evitaríamos muito das dificuldades existentes na maioria dos lares brasileiros e contribuiríamos para uma nova cultura sobre a relação dinheiro x consumo. Continuo a escutar nos principais centros de compras, pais cedendo aos apelos dos seus filhos para comprarem os brinquedos do momento apenas porque viram nas vitrines ou propagandas comerciais ou nas mãos de outros amiguinhos. Até esse ponto não teria problema comprar um produto para presentear o filhote, entretanto, a frequência dessa atitude por parte dos responsáveis contribuirá para um possível descontrole financeiro dessa gurizada na fase adulta, onde o “mundo real” dos acertos e desacertos, enfim, aparecem e cobram um preço altíssimo pelo desconhecimento sobre os numerários.

Deseja realmente proteger seus filhos e dá-lhes segurança financeira quando forem adultos? Comece de forma lúdica fornecendo princípios para absorverem conhecimentos sobre a utilização da bufunfa. A criançada aprende melhor com exemplos e brincadeiras, utilizem-se de diversas ferramentas como: jogos, histórias, desenhos, e talvez a mais importante, forneça liberdade e responsabilidade através da famosa mesadinha para que possam administrar com acertos e erros (principalmente) suas pequenas “fortunas”. É importante nessa trajetória incluir também a abertura de uma conta poupança para mostra-lhes a importância das primeiras noções de rendimento dos investimentos, mesmo sendo com uma remuneração menor, o indispensável será compreendido, a experiência dos juros a nosso favor que sempre fará toda a quantia crescer.

No futuro será muito mais fácil a compreensão desses jovens aprendizes que antes de gastar sua renda precisará praticar o fundamental para aumentá-la e, tão somente depois, consumir produtos ou serviços com os juros proporcionados por tal aplicação. Nesse prazeroso processo descobrirá a essência para o entendimento sobre a aquisição de ativos, antes da compra de passivos que contribuem para as grandes dificuldades financeiras dos adultos. Enfim, antes de comprar um carro ou um imóvel financiado ou realizar uma viagem contraindo dívidas que empobreçam suas vidas, trabalharão e farão uma poupança, criando um investimento para aumentar as finanças e ao final chegar com fôlego financeiro obtendo o que precisa sem o contratempo de adquirir um compromisso desnecessário. Nas minhas consultorias e palestras sobre finanças pessoais utilizo um conceito bastante simples sobre ativo e passivo, do autor do best seller Pai Rico Pai Pobre, Robert Kiyosaki: “ativo é tudo aquilo que põe dinheiro no meu bolso e passivo é tudo aquilo que retira dinheiro do meu bolso”. Começando com esse importantíssimo exercício seus filhos terão a oportunidade de construir uma relação saudável e próspera com seus recursos garantindo grande prosperidade e alcançando a tão sonhada independência financeira. Até nosso próximo bate papo e aproveitem as festas juninas com suas famílias.

Edval Landulfo, Economista, Educador Financeiro e Palestrante

Artigo publicado no jornal Ei, Táxi Junho 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *